Webmail
Voltar ao início



 
Pesquisa | por tema

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

home Home | noticias


Ser um voluntário

Núcleo Brasileiro de estágio Ltda

Ter a chance de conhecer uma nova cultura e ainda fazer uma ação social, é o sonho de muitas pessoas. O trabalho voluntário permite isso. Além de adquirir muitas competências, é um ponto a mais em seu currículo. Você tem vontade de participar? Saiba como essa vivência traz grandes aprendizados em sua vida, principalmente se está em busca de uma vaga de estágio ou aprendizagem!

Segundo um estudo realizado pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua - PNAD: Outras Formas de Trabalho, de 2016, no Brasil, 6,5 milhões de pessoas foram voluntárias e tiveram a chance de ajudar o próximo, o equivalente a 4% da população com 14 anos de idade ou mais. 

Louise Diório faz parte dessa estatística. A estudante de jornalismo foi para Piura, no Peru e teve a oportunidade de dar aulas sobre igualdade de gênero para meninas entre 11 e 17 anos, onde realizava debates, gincanas e amostras. Além disso, mostrava histórias de mulheres bem-sucedidas para inspirá-las a irem atrás de seus sonhos. 

O país possui uma alta taxa de feminicídio e abordar esse tema foi um desafio para a universitária. “Foi muito chocante ver essa realidade de perto. Criei uma vontade imensa de discutir o assunto com as estudantes peruanas e tentar mostrar o quanto elas são capazes de traçar seu próprio futuro”. Em troca, teve uma das melhores experiências de sua vida.

Para Rebecca Paixão, diretora de estratégias de marketing e relacionamento com o consumidor da AIESEC, do Rio de Janeiro, o trabalho voluntário é uma forma de preparar os jovens para o mundo, tanto no quesito carreira, quanto na vida pessoal.  “É possível expandir o potencial humano e desenvolver um perfil de liderança, por meio de atividades práticas em ambientes desafiadores”, explica a gestora.

Além disso, há muitos outras vantagens ao se voluntariar. Entre elas, a diretora aponta: 

- Ganho cultural: viver em outro país por um tempo te permite conviver com pessoas com costumes desconhecidos. É uma ótima oportunidade para aprender a lidar com diferenças. A partir disso, cria-se um perfil mais flexível, aberto às novidades e  capaz de trabalhar bem em equipe.

- Exercitar idiomas: saber se comunicar em outro idioma, principalmente em inglês, hoje não é mais um diferencial, mas sim algo fundamental para o novo profissional. O intercâmbio é a melhor oportunidade para exercer essa habilidade, pois em situações cotidianas é preciso entender a outra língua, mesmo não sendo fluente.

Resiliência ao enfrentar desafios: imagina estar sozinho em um lugar desconhecido? Na maioria das vezes, você é quem precisa solucionar seus problemas. Então, é a chance perfeita para se tornar mais proativo, característica constantemente cobrada no mercado.  

- Autoconhecimento: viajar sozinho é um momento e tanto para se conhecer. Você acaba percebendo várias coisas sobre si mesmo e fica mais fácil de identificar suas qualidades e defeitos. Diante disso, você pode se organizar para melhorar os pontos fracos e potencializar seus talentos.

E você? Tem vontade realizar esse trabalho e contribuir para um mundo melhor? Compartilhe conosco!

Fonte: https://www.nube.com.br/blog/2018/03/06/ser-um-voluntario  


voltar

Últimos eventos | imagens